Casa e Familia: Organização e Economia Doméstica, Educação dos Filhos, Reciclagens, Trabalho em Casa, Artesanato, Relacionamento Familiar, Saúde, Reeducação Alimentar, Receitas. Aqui tem de tudo um pouco. Conheça-nos!

domingo, 1 de setembro de 2013

5 pequenos toques


1- Não supervalorize o  que possui

Tente não dar tanta importância ou um valor exagerado aos bens materiais. Se tem um carro maravilhoso, que é motivo de muito orgulho, não precisa ir à padaria todos os dias com ele só para mostrá-lo. Não fique dependente dos símbolos de status e conquistas materiais. Não pense que sem eles você não tem valor. Se você só se sente poderosa de salto alto e só consegue ir a todos os eventos com ele, experimente sair de rasteirinha na próxima vez. Veja e exercite como se sente sem o salto. É preciso entender que dinheiro e bens materiais podem trazer conforto, sentimento de vitória e de conquista, mas não fazem de você uma pessoa melhor. Se coloque no mundo como uma pessoa comum: converse com o porteiro do prédio ou do lugar em que você trabalha. Viva!

2 - Seja um voluntário
É um ótimo exercício de desapego. Você trabalha com pessoas que estão em condições piores que as suas. Isso nos dá a dimensão do quanto os seres humanos são frágeis e suscetíveis a tragédias e a problemas. O trabalho voluntário é uma lição de humildade e vulnerabilidade. Ensina a aproveitar o que temos e nos torna mais humildes e generosos. Participe!

3 - Abandone um hábito
É sempre possível aprender a ser e a fazer de outra forma. Livre-se do sedentarismo, por exemplo. Às vezes, você até se sente bem, a saúde pode estar  ok e o peso também, mas quem disse que só é preciso mudar um hábito quando estamos infelizes? O mudar é importante pela experiência. As mudanças podem melhorar algo que já está bom. Ao praticar exercícios, você conhece novas pessoas, conquista mais energia e disposição no dia a dia. Faça diferente também num final de semana: chame os amigos para a sessão de vídeo na sua casa ou para jogar baralho. O final de semana pode ficar ainda melhor!

4 - Aventure-se e experimente coisas novas
Saia do lugar comum e faça um esforço para viver coisas novas. Isso enriquece a vida e a torna mais interessante. Quando nos abrimos a possibilidades, podemos descobrir coisas legais e melhores. Por isso, aceite o convite daquele amigo que você sempre recusa para conhecer o som daquela banda; escolha outro tipo de comida no restaurante que você sempre frequenta - isso mostra que a vida pode ter vários sabores e cores; escute outras músicas; troque de canal. Experimentar algo novo!

 5 - Trabalho melhor
Pesquise e converse com outras pessoas para descobrir uma forma de deixar uma função que não satisfaz mais. Há pessoas que encaram isso com mais facilidade e que podem ajudá-lo a entender os desafios e vantagens de um novo caminho. Mudar de emprego faz parte da vida profissional e é algo extremamente positivo para a carreira. São novos ares, novas experiências. Mudar pode parecer difícil no começo, mas essa fase dura pouco. Logo você percebe que aquela mudança era exatamente tudo o que você estava precisando no momento. Mude para melhor!

6 - A fila deve andar
Muitas vezes, nos apegamos as situações que já não fazem mais sentido, somente pela rotina. Isso inclui relacionamentos. Tenha em mente que você está perdendo tempo em uma relação ruim, um tempo que não vai voltar mais. Não emperre a sua vida com relações que nada acrescentam.


Colabore deixando sua opinião, marque em Reações:
CURTI - NÃO CURTI - SEM INTERESSE.
Obrigada!

sábado, 27 de julho de 2013

A Santa Água !

HORA CORRETA PARA TOMAR ÁGUA ...
Sabia que…
tomar agua na hora correta maximiza os cuidados no corpo humano?**

 2 copos de agua depois de acordar ajuda a ativar os órgãos internos.
 1 copo de agua 30 minutos antes de comer ajuda na digestão.
1 copo de agua antes de tomar banho ajuda a baixar a pressão sanguínea.
 1 copo de agua antes de ir dormir evita ataques do coração.*

 Quanto mais se sabe, maior chance de sobrevivência...
 Água com estômago vazio!!! Leiam, super interessante
 Um cardiologista diz que se todos que receberem esta mensagem, a enviarem
 a pelo menos uma das pessoas que conhecem, pode ter a certeza de que, pelo
 menos, poderá salvar uma vida.
 Beba água com estômago vazio.
 Hoje é muito popular, no Japão, beber água imediatamente ao acordar. Além
 disso, a evidência científica tem demonstrado estes valores. Abaixo
 divulgamos uma descrição da utilização da água para os nossos leitores.
 Para doenças antigas e modernas, este tratamento com água tem sido muito
 bem sucedido....
 Para a sociedade médica japonesa, uma cura de até 100% para as seguintes
 doenças:
 Dores de cabeça, dores no corpo, problemas cardíacos, artrite, taquicardia,
 epilepsia, excesso de gordura, bronquite, asma, tuberculose, meningite,
 problemas do aparelho urinário e doenças renais, vômitos, gastrite,
 diarréia, diabetes, hemorróidas, todas as doenças oculares, obstipação,
 útero, câncer e distúrbios menstruais, doenças de ouvido, nariz e garganta.*

 Método de tratamento:*
 1. De manhã e antes de escovar os dentes, beber 2 copos de água.
 2. Escovar os dentes, mas não comer ou beber nada durante 15 minutos.
 3. Após 15 minutos, você pode comer e beber normalmente.
 4. Depois do lanche, almoço e jantar não se deve comer ou beber nada
 durante 2 horas.
 5.. Pessoas idosas ou doentes que não podem beber 2 copos de água, no
 início podem começar por tomar um copo de água e aumentar gradualmente..
 6. O método de tratamento cura os doentes e permite aos outros desfrutar de
 uma vida mais saudável*

 A lista que se segue apresenta o número de dias de tratamento que requer a
 cura das principais doenças:*
 1. Pressão Alta - 30 dias
 2. Gastrite - 10 dias
 3. Diabetes - 30 dias
 4. Obstipação - 10 dias
 5. Câncer - 180 dias
 6. Tuberculose - 90 dias
 7. Os doentes com artrite devem continuar o tratamento por apenas 3 dias na
 primeira semana e, desde a segunda semana, diariamente.

 Este método de tratamento não tem efeitos secundários. No entanto, no
 início do tratamento terá de urinar frequentemente.
 É melhor continuarmos o tratamento mesmo depois da cura, porque este
 procedimento funciona como uma rotina nas nossas vidas. Beber água é
 saudável e dá energia.
 Isto faz sentido: o chinês e o japonês bebem líquido quente com as
 refeições, e não água fria.
 Talvez tenha chegado o momento de mudar seus hábitos de água fria para água
 quente, enquanto se come Nada a perder, tudo a ganhar!*

 Para quem gosta de beber água fria.*

 Beber um copo de água fria ou uma bebida fria após a refeição solidifica o
 alimento gorduroso que você acabou de comer. Isso retarda a digestão.
 Uma vez que essa 'mistura' reage com o ácido digestivo, ela reparte-se e é
 absorvida mais rapidamente do que o alimento sólido para o trato
 gastrointestinal. Isto retarda a digestão, fazendo acumular gordura em
 nosso organismo e danifica o intestino..
 É melhor tomar água morna, ou se tiver dificuldade, pelo menos água natural.
 *
 Nota muito grave - perigoso para o coração:*
 As mulheres devem saber que nem todos os sintomas de ataques cardíacos vão
 ser uma dor no braço esquerdo.
 Esteja atento para uma intensa dor na linha da mandíbula. Você pode nunca
 ter primeiro uma dor no peito durante um ataque cardíaco.
 Náuseas e suores intensos são sintomas muito comuns.
 60% das pessoas têm ataques cardíacos enquanto dormem e não conseguem
 despertar. Uma dor no maxilar pode despertar de um sono profundo...
 Sejamos cuidadosos e vigilantes
 Quanto mais se sabe, maior chance de sobrevivência.....
 Um cardiologista diz que se todos que receberem esta mensagem, a enviarem a
 pelo menos uma das pessoas que conhecem, pode ter a certeza de que, pelo
 menos, poderá salvar uma vida
 Ser um verdadeiro amigo é enviar este artigo para todos os seus amigos e
 conhecidos*

 **Acabei de fazer isso!*


Colabore deixando sua opinião, marque em Reações:
CURTI - NÃO CURTI - SEM INTERESSE.
Obrigada!

sexta-feira, 12 de julho de 2013

Torta de Camarão, tudo de bom !



Massa - 250 gr de gordura vegetal hidrogenada
- 1 colher(es) (café) de sal
- 1 unidade(s) de ovo
- 1 unidade(s) de gema de ovo
- 2 xícara(s) (chá) de farinha de trigo


Recheio 
- 1 kg de camarão sete barbas limpo(s)
- 1/2 xícara(s) (chá) de farinha de milho amarela em flocos
- 1/2 xícara(s) (chá) de farinha de mandioca crua
- 1 lata(s) de molho de tomate
- 1 unidade(s) de cebola picada(s)
- 4 colher(es) (sopa) de azeite de oliva
- 1 dente(s) de alho amassado(s)
- quanto baste de sal
- 4 unidade(s) de tomate picado(s)
- 4 unidade(s) de palmito picado(s)
- quanto baste de cebolinha verde picada(s)
- 1 maço(s) de cheiro-verde picado(s)
- 10 unidade(s) de azeitona preta picada(s)
- 3 xícara(s) (chá) de água fria(s)
- 50 ml de suco de limão
- 1 envelope(s) de adoçante em pó
Modo de preparo:
Massa
Numa superfície lisa, coloque a farinha, o ovo, o sal e acrescente a banha. A massa deve ficar muito macia. Se necessitar acrescente mais farinha de trigo.
Recheio Lave bem os camarões em água corrente, escorra a água e coloque-os em um recipiente de vidro. Tempere-os com limão e sal. Numa panela grande, refogue no azeite de oliva, a cebola e o alho amassado com sal. Acrescente os camarões, o palmito, as azeitonas, o cheiro-verde e a cebolinha. Mexa vigorosamente. Em seguida acrescente o molho de tomate e o adoçante. Prove o sal e corrija. A seguir, acrescente aos poucos a farinha de milho e a de mandioca. Mexa bem de maneira que não fique uma massa muito grossa nem muito mole. Reserve.
Montagem Numa fôrma de fundo removível, espalhe a massa de maneira que ela não fique grossa demais.
Reserve um pouco da massa para a cobertura. Depois, coloque o recheio, tampe a torta com o restante da massa e pincele com uma gema crua. Leve ao forno pré-aquecido em temperatura média, até que a massa fique dourada.



Colabore deixando sua opinião, marque em Reações:
CURTI - NÃO CURTI - SEM INTERESSE.
Obrigada!

quinta-feira, 11 de julho de 2013

Sobrancelha bem feita, faz diferença !



Dicas para fazer em casa:
- Antes de qualquer coisa, escolha bem a pinça: ela precisa ter corte diagonal e
o cabo maior para não deixar o pelo quebrar. Complete o kit com um bom
espelho e muita luz.

- Agora se prepare para medir a largura das sobrancelhas: use um lápis

como referência e o coloque de pé reto, na base do nariz, para saber onde
sua sobrancelha deve começar. Depois incline o lápis até que ele se alinhe
com o final do olho. É neste ponto que a sobrancelha deve terminar.
- As sobrancelhas devem ser tiradas no sentido do pelo, nunca contra
- Nunca depile a parte superior a não ser que você tenha, realmente,
muitos pêlos.
- Tire bem os pelos da região do centro (a região do terceiro olho, entre uma
sobrancelha e outra).
- Para olhos pequenos: mantenha a parte de baixo das sobrancelhas
sempre limpas, para levantar o olhar.
- Para olhos muito juntos: limpe bem os cantos internos para dar a
sensação de que os olhos estão mais separados.
- Para olhos separados demais: evite arquear a sobrancelha (deve ficar
quase reta) e limpe apenas o necessário nos cantos internos.
- Para disfarçar falhas: passe o lápis primeiramente na mão e cubra com
pincel onde faltam pelinhos, assim não fica artificial.
Depois de terminar, passe uma escovinha e veja se é preciso dar algum
retoque

Use rímel incolor para evitar que fiquem descabeladas demais!!
Dica de : Fátima Bahia, especialista que patenteou a Técnica Milimétrica Fio a Fio

segunda-feira, 17 de junho de 2013

Cesta básica antienvelhecimento



Estresse, má alimentação, excesso de sol e atividade física irregular intensificam a ação de radicais livres, os grandes vilões do envelhecimento do corpo. Conter esses agentes do “mal” pode ser uma tarefa mais fácil, se você incluir alimentos antioxidantes na sua dieta.
Antes de passarmos a lista da cesta básica antienvelhecimento, é bom que você conheça bem o inimigo a ser combatido. Segundo a nutricionista Mariana Braga Neves da Clínica Nutricio, radicais livres são moléculas reativas de oxigênio livre, produzidas pelo organismo em situações de estresse ou doença e que a partir de uma certa idade aparece em maior quantidade. O organismo é capaz de absorver essas moléculas, o problema é quando a produção é maior do que ele é capaz de utilizar. Nesse caso, os radicais começam a provocar danos, entre eles o envelhecimento precoce. “Nosso organismo já tem um arseanal para combater esse radicais, só de a quantidade for maior é preciso contar com vitaminas e minerais vindos da alimentação”, explica a especialista.
As armas contra os radicais livres estão nos alimentos antioxidantes. Veja alguns deles:

Celênio – castanha do pará, frutos do mar, alguns grãos
Zinco – laticínios, frutos do mar, alguns cereais integrais, sementes de abóbora e girassol, leguminosas como grão de bico, feijões
Vitamina E – oleos vegetais como canola, azeite de oliva, margarina enriquecidas,  manteiga de gergelim, germen de trigo, semente, gema de ovo,
Vitamina A (betacaroteno, licopeno) - cenoura, abobora, tomate, goiaba, melancia
Ácido ascórbico (vitamina C) – laranja, acerola, kiwi, morango
Ômega 3 - linhaça, nos peixes de água fria e nos óleos desses peixes
Bioflavonóides – laranja, limão, casca de uva roxa (rica em reverastrol – nutriente funcional, antioxidante que se liga ao radical e impede que ele ataque a célula), suco da uva roxa, vinho
Isoflavona – encontrada na proteína da soja



“Algumas condutas alimentares podem aumentar o número de radicais como, por exemplo, o uso de xenobióticos que são contaminantes naturais presentes nos alimentos ou inseridos durante a preparação ou ainda substâncias adcionais. Algumas delas são: corantes e conservantes presentes em alimentos ricos em glutamato monossódico, refrigerantes, agrotóxicos e certos metais contaminantes. O excesso de substâncias obriga o organismo a trabalhar bem mais para eliminar isso, nesse processo a produção de radicais aumenta”, alerta Mariana.
Atitudes que parecem inofensivas como aquecer alimentos no micro-ondas em vasilhas de plástico e assar carnes com papel laminado agridem o organismo, pois liberam substâncias que não são conhecidas pelo corpo, os tais xenobióticos, que aumentam a produção de radicais.
Mas não basta correr para a feira e comprar toda a cesta básica antienvelhecimento. Para a nutricionista, é preciso praticar a alimentação preventiva, que é um ajuste alimentar saudável com o objetivo de equilibrar proteínas, vitaminas, carboidratos e lipídios, organizando a dieta e incluindo antioxidantes.“Ninguém vai conseguir consumir todos os antioxidantes num único dia. Eles devem fazer parte de uma rotina adequada”, esclarece a nutricionista.
Ela ainda alerta que certos grupos como o de atletas têm necessidade maior de ter antioxidantes, já que exercícios vigorosos também podem aumentar a produção de radicais livres. “Toda vez que você intensifica a respiração, mais produz moléculas reativas de O2, portanto mais radicais livres”.
Se alguém pensa que deter os radicais é apenas uma questão de beleza, se engana. O envelhecimento celular ataca todo o organismo e está relacionado ao desenvolvimento de câncer, catarata, diabetes, arterioesclerose e problemas renais.

Colabore deixando sua opinião, marque em Reações:
CURTI - NÃO CURTI - SEM INTERESSE.
Obrigada!

sábado, 15 de junho de 2013

O ambiente do quarto de dormir influencia na saúde?

Sim! E muito!!
Entenda: passamos boa parte do tempo no quarto. Dormindo, estudando, se arrumando, no computador ou vendo TV. Lá guardamos objetos pessoais como: roupas, sapatos, tênis, enfeites, revistas, fotos, livros e até aqueles “micos” que compramos por engano e não sabemos o que fazer depois, como um cachorrinho de pelúcia gigante, por exemplo. Além dos armários, cômodas e estantes para guardar estas coisas temos no quarto a cama e nela o colchão com seus lençóis, cobertores, travesseiros, colcha... E às vezes, cortina e tapete. Tudo lá, acumulando poeira.

Por mais que tudo esteja limpo este pó gruda nos objetos. Ao respirar, estas micro-partículas grudam na mucosa do aparelho respiratório. Em defesa imediata o corpo produz secreção Exatamente como acontece quando um cisco cai no olho e a gente lacrimeja. É uma tentativa do corpo de limpar a área suja.


No caso do pó, quem tem tendência à alergia, produz mais secreção ainda e por isso a pessoa tosse. A agressão à mucosa respiratória também pode diminuir as defesas locais, favorecendo a entrada e proliferação de vírus e bactérias. Aí podemos desenvolver as famosas “ites” em vias respiratórias: sinusite, otite, faringite, amigdalite... É por isso que o ambiente do quarto de dormir pode favorecer doenças respiratórias. O que fazer para evitar? 

Aqui vão algumas dicas simples:

- areje bem o seu quarto, todos os dias pela manhã, por pelo menos 1 hora.

- não se esqueça de arejar também as cobertas da cama e os travesseiros.

- vire seu colchão com frequência.

- tire o pó com um pano úmido. Espanar o pó não adianta nada. O pó só muda de lugar.

- deixe seu quarto sem muitos objetos que juntam pó. Retire tudo o que você sabe que não usa.

- lave as cortinas e tapetes pelo menos uma vez por mês.

Simples e prático! Seu quarto também deve ser saudável!
Dra Ana Escobar escreveu no Facebook
 Colabore deixando sua opinião, marque em Reações: 

CURTI - NÃO CURTI - SEM INTERESSE.
Obrigada!

quarta-feira, 12 de junho de 2013

Educação Infantil: História e Cultura da Palmada



As palmadas ou a "pedagogia do tapa" surgem no Brasil, trazidas pelos Jesuítas no século XVI (nos anos 1500), como expressão de amor, segundo a historiadora Mary Del Priore, no livro História das Crianças no Brasil.

É fácil de entender por que a relação de pais e filhos era espelhada na ligação com o Divino que, segundo a Igreja Católica da época, era uma relação de castigos e punições aos que andavam em erro.


Estávamos vivendo a época dramática da Inquisição. Assim, o início da pedagogia brasileira tem suas raízes nas lições judaico-cristãs, trazidas pelos Jesuítas ao país.
Já no século XVIII, Portugal, através do Marquês de Pombal, insere as palmatórias, como recurso disciplinador, e estas passam a ser usadas em escolas do Brasil.
Outra prática dessa época é o ajoelhar no milho. A idéia central era submeter, oprimir, humilhar, para obter obediência total ao adulto, à lei vigente, à Igreja. Achava-se que a criança precisava de pulso, de palmadas, de castigos físicos, para "virar gente".
É bom frisar que a infância só passa a ser mais valorizada no século XIX. Sendo que os estudos mais aprofundados sobre o desenvolvimento infantil nascem com o aparecimento da psicologia, da pediatria e da neurologia.

A "pedagogia do tapa" correu os séculos, aqui em nosso país e virou um paradigma social: para educar um filho era autorizado e bem visto lançar mão do "psicotapa", das humilhações públicas, ameaças de abandono ou punição física. Ainda hoje vemos essa forma de educação moldada nestes preceitos da Inquisição dentro dos lares brasileiros.
E o que leva os pais do século XXI, que respiram a era da tecnologia e da ciência, a usarem modelos de educação do século XVI? Autoritarismo é uma face. Tradição e hábito outra. A falta de informação sobre o desenvolvimento infantil e sobre a inteligência social e a inteligência emocional, também contam. Repetição de padrões aprendidos com pais e mães, sem um questionamento atual de maior profundidade também. Além disso, falta de autoconhecimento, de imaginação e baixa auto-estima.
A lista de motivos é extensa, bem maior que esta acima. 

Agora, quando um adulto bate em uma criança, independentemente dos motivos que tenha, há sempre raiva e irritabilidade por detrás de seu ato. O discurso pode até ser: "fiz isso para a criança aprender", mas, na realidade, o que muitas vezes existe é: "eu não aguento mais essa criança" ou "eu não sei o que fazer para ela me obedecer" ou "ela vai me obedecer por bem ou por mal".
De toda forma, onde há pancadaria ou tapas não existe diálogo, há carência de paciência, conhecimento e tolerância, e falta, sem sombra de dúvida, o exercício de uma autoridade verdadeira. A palmada surte seu efeito, sim, e imediato: raiva, medo, insegurança, baixa autoestima, tristeza, vergonha, agressividade, depressão. 
Ao apanhar, a criança pode até parar de fazer o que incomodava o adulto, mas os efeitos são sempre devastadores.

Educar dá trabalho. Requer amor e paciência, tolerância, disciplina, perseverança e pulso. Tudo envolvido em respeito àquele que ainda é frágil e dependente.
Assim, oxalá, a criança sentindo-se mais feliz e amada, tenha a possibilidade de contribuir para que o mundo seja melhor para ela e para todos os que com ela convivem.

http://www.stum.com.br/conteudo/c.asp?id=12013


Pesquisa confirma que palmadas não trazem resultados positivos na educação das crianças:
http://globotv.globo.com/rede-globo/jornal-hoje/t/edicoes/v/pesquisa-confirma-que-palmadas-nao-trazem-resultados-positivos-na-educacao-das-criancas/1907643/



Colabore deixando sua opinião, marque em Reações:
CURTI - NÃO CURTI - SEM INTERESSE.
Obrigada!

Como limpar a esponja de louças usando o microondas

É difícil de acreditar que aquela inofensiva esponja de lavar louças que fica ali na pia da cozinha é extremamente suja, mas é verdade: submetida a análise em laboratório, uma única gota tirada de uma esponja de cozinha em uso chega a acumular 450 milhões de bactérias. Isso porque a esponja úmida deixada na pia, cheia de restos de comida, se torna um ambiente perfeito para que esses bichinhos indesejáveis se reproduzam - em uma esponja úmida, esses microorganismos conseguem viver até uma semana.

Ou seja: sem os devidos cuidados, a esponja que você usa para lavar as louças da sua família pode se transformar numa enorme porta para doenças - pois em vez de limpar, ela espalha bactérias para todos os utensílios que sua família usa diariamente. Outro perigo são as esponjas que nunca são trocadas e que vão acumulando ainda mais sujeira. O recomendado é que, no caso de famílias que sujam bastante louça, a esponja seja trocada no máximo depois de uma semana de uso.
Para que a esponja dure até 10 dias na sua pia sem virar um foco de contaminação de bactérias, é muito importante que ela seja desinfetada todos os dias - e há um jeito muito prático de fazer isso: usando o seu microondas. O ideal é fazer isso à noite, para deixar a esponja limpinha e pronta para uso no outro dia. Veja só como é fácil:
- Depois de lavar a louça, lave a esponja em água corrente, retirando qualquer resto de detergente e comida que esteja grudado nela;
- Torça bem a esponja, para tirar o máximo de água dela;
- Coloque a esponja de molho numa solução de 1/2 colher de água sanitária para 250 ml de água e deixe por cinco minutos;
- Tire a esponja do molho, torça para retirar toda a água e coloque-a no microondas durante um minuto, na potência máxima;
- Pronto! Sua esponja está limpa, desinfetada e pronta para o uso!

Fonte: blog da Consul
Colabore deixando sua opinião, marque em Reações:
CURTI - NÃO CURTI - SEM INTERESSE.
Obrigada!

terça-feira, 11 de junho de 2013

Ah, bendita beringela !!!


Fatiar Berinjela em lâminas finas para uso em camadas como em uma Lasanha, pode ser muito mais fácil se você usar uma faca de serra.



Além do mais, assim, evita dois problemas:


- Cortar os dedos com a faca normal escapando na casca lisa da Berinjela e;


- Não perde o fio da faca.


Pois é, Berinjela tem tendência a fazer as facas perderem o fio.... mas se você usar a faca de serra (aquela de cortar pão) isso não acontece.

Outra dica:  para usar Berinjela em qq prato,  depois de cortar, deixe-a de molho em água com sal, assim aquele amargo da Berinjela sai fora antes do preparo do prato e ela não fica escura.

Essas da foto viraram lasanha de Berinjela ontem para o almoço, já que o dia tava frio né? Assim tivemos uma refeição reconfortante e quente que ficou pronta la pras 2 horas da tarde.

Domingo é dia de preguiça em casa e tudo acontece fora de hora.

Só sei que almoçamos e bundamos no sofá um tempo assistindo "Meu Malvado Favorito". ADORO!

E vc? passou bem o final de semana?
Postagem pertencente ao Blog Resolvido A Dois. Para usar esse conteúdo (inclusive as fotos), coloque o link (http://resolvidoadois.blogspot.com) e cite a fonte. Sra. N



Colabore deixando sua opinião, marque em Reações:
CURTI - NÃO CURTI - SEM INTERESSE.
Obrigada!

sexta-feira, 31 de maio de 2013

Viver ou Juntar Dinheiro?



Max Gehringer

Recebi uma mensagem muito interessante de um ouvinte da CBN e peço licença para lê-la na íntegra, porque ela nem precisa dos meus comentários. Lá vai:
" Prezado Max meu nome é Sérgio, tenho 61 anos, e pertenço a uma geração azarada. Quando eu era jovem as pessoas diziam que se devia escutar os mais velhos, que eram mais sábios. Agora me dizem que tenho de escutar os jovens porque são mais inteligentes.
Na semana passada eu li numa revista um artigo no qual jovens executivos davam receitas simples e práticas para qualquer um ficar rico.
E eu aprendi muita coisa. Aprendi por exemplo, que se eu tivesse simplesmente deixado de tomar um cafezinho por dia, durante os últimos 40 anos, eu teria economizado R$ 30.000,00. Se eu tivesse deixado de comer uma pizza por mês teria economizado R$ 12.000,00 e assim por diante. Impressionado peguei um papel e comecei a fazer contas, e descobri para minha surpresa que hoje eu poderia estar milionário. Bastava eu não ter tomado as caipirinhas que eu tomei, não ter feito muitas das
viagens que fiz, não ter comprado algumas das roupas caras que eu comprei, e principalmente não ter desperdiçado meu dinheiro, em itens supérfluos e descartáveis, como bombons, flores, cartões de
aniversários, presentes de aniversário, etc.
Ao concluir os cálculos percebi que hoje eu poderia ter quase R$ 500.000,00 na conta bancária. É claro que eu não tenho este dinheiro. Mas se tivesse sabe o que este dinheiro me permitiria fazer? Viajar, comprar roupas caras, me esbaldar com itens supérfluos e descartáveis, comer todas as pizzas que eu quisesse e tomar cafezinhos à vontade.
Por isso acho que me sinto feliz em ser pobre. Gastei meu dinheiro com prazer e por prazer, porque hoje com 61 anos não tenho mais o mesmo pique de jovem, nem a mesma saúde, portanto viajar, comer pizzas e cafés não fazem bem na minha idade e roupas hoje não vão melhorar muito o meu visual.
E recomendo aos jovens e brilhantes executivos, que façam a mesma coisa que eu fiz. Caso contrário eles chegarão aos 61 anos com um monte de dinheiro, mas sem ter vivido a vida".
Não eduque o seu filho para ser rico, eduque-o para ser feliz. Assim, ele saberá o valor das coisas, não o seu preço"

Colabore deixando sua opinião, marque em Reações:
CURTI - NÃO CURTI - SEM INTERESSE.
Obrigada!

segunda-feira, 13 de maio de 2013

Leite Condensado de Leite em Pó


Ingredientes:
2 copos tipo (requeijão) de leite em pó
2 copos tipo (requeijão) de açúcar
1 copo tipo (requeijão) de água
1 colher de chá de margarina 

Modo de Preparo Bater todos os ingredientes no liquidificador por 10 minutos (bater 5 minutos, desligar e bater por mais 5 minutos)
Após basta deixar na geladeira pelo menos por 2 horas antes de usar
Ideal para se usar em receitas que pedem leite condensado como recheios, (docinhos, pudins, coberturas, etc)
Colabore deixando sua opinião, marque em Reações: 

CURTI - NÃO CURTI - SEM INTERESSE.
Obrigada!

segunda-feira, 6 de maio de 2013

Mudanças de habito simples podem reduzir o consumo no final do mês.


É preciso reciclar nossas atitudes em relação ao uso racional de energia elétrica, principalmente no inverno, quando o consumo geralmente aumenta. O chuveiro, ao lado do ferro de passar roupa e dos aparelhos de ar condicionado, ainda continua sendo um dos maiores vilões, por isso a mudança de alguns comportamentos pode fazer uma grande diferença na hora de pagar a conta no final do mês. No banheiro, o ideal seria desligar o chuveiro enquanto o corpo estiver sendo ensaboado, mas na prática poucos seguem esse conselho à risca. É uma pena. O chuveiro utilizado durante 40 minutos por dia representa um custo aproximado de R$ 14,00.


Mas atenção: o desperdício não está apenas no banheiro. Em outros cômodos o problema ainda pode persistir, dependendo da atitude de cada um. Um ferro de passar roupa ou um ar-condicionado funcionando por oito horas diárias resulta num gasto aproximado de R$ 77,00.
De acordo com a assessoria de imprensa da concessionária, sempre que possível, o ideal é usar aparelhos eletrodomésticos fora do horário de pico, que é das 18 às 22 horas. A concessionária diz ainda que o consumidor pode optar na hora da compra por aqueles aparelhos que têm o selo Procel, cujo consumo já foi medido por centros de pesquisas do governo.


Usar o chuveiro com moderação também serve como conselho. Use resistências originais, verificando a potência e a voltagem correta do aparelho. Jamaisfaça emendas ou adaptações. No caso do ferro elétrico, o recomendável é juntar a maior quantidade possível de roupas que, então aí sim, devem ser passadas de uma única vez.
Na cozinha é a geladeira que pode estar gastando além do necessário. Mas aí o problema pode ser outro: a fuga de energia. De acordo com a Elektro, emendas de condutores mal feitas, condutores desencapados, mal dimensionados ou com a isolação desgastada contribuem para o problema. Nesse caso, segundo os conselhos da Elektro, é preciso retirar todos os aparelhos da tomada e em seguida apagar as luzes. Se mesmo assim o disco do medidor continuar girando e dê uma volta completa em menos de quinze minutos, é porque existe a fuga de energia em sua casa. Se isso acontecer, chame um eletricista de sua confiança.
Agora, se o consumidor quiser testar eletrodomésticos supostamente defeituosos, basta proceder da seguinte forma: ligue um aparelho por vez numa tomada, sem fazê-lo funcionar. Verifique então o disco do medidor de energia. Se ele começar a girar, está comprovado que o eletrodoméstico, ou a tomada, está com algum defeito.

Colabore deixando sua opinião, marque em Reações:
CURTI - NÃO CURTI - SEM INTERESSE.
Obrigada!

sexta-feira, 3 de maio de 2013

Vaso feito com caixa de suco






Colabore deixando sua opinião, marque em Reações:
CURTI - NÃO CURTI - SEM INTERESSE.
Obrigada!

quinta-feira, 2 de maio de 2013

O vaso ideal para cada planta

Confira dicas para escolher o vaso certo em diferentes situações e cultive plantas belíssimas na sua residência.


Os vasos devem se adequar ao crescimento de cada planta.
Uma das principais dúvidas que surgem na hora de cultivar plantas em casa é a escolha do vaso. Existem vários modelos disponíveis a venda  no mercado, que se distinguem quanto ao tamanho, material, formato e acabamento. Independente da escolha, a peça deve favorecer o crescimento saudável da planta.

Tanto o paisagismo como a decoração permite trabalhar com uma variedade de vasos para compor os espaços. É claro que as peças usadas em exteriores precisam ser mais resistentes para suportar sol, chuva e vento, mas isto não compromete o visual do cenário ao ar livre. Dentro de casa, é interessante buscar uma combinação entre os vasos usados para decorar, deixando a atmosfera mais harmoniosa.
Não existe uma regra exata para encontrar o vaso ideal para cada tipo de planta, mas considerar a harmonia entre os dois elementos é um fator muito importante. Cada espécie pede um tipo de recipiente para se desenvolver, considerando o tamanho da raiz e as necessidades de sobrevivência da planta.
O vaso de planta adequado também contribui com a decoração.
O vaso certo tem o poder de controlar a umidade do solo, ou seja, a cada rega a água não vai se acumular na terra e causar o apodrecimento da raiz. Este recurso só é possível graças ao orifício da drenagem, presente em todos os modelos de vasos voltados para o cultivo de plantas.
No caso de uma peça improvisada, ou seja, um vaso confeccionado com materiais recicláveis, é necessário fazer um orifício para que o solo da planta não fique encharcado. O mesmo se aplica a um utensílio doméstico ou outro recipiente que seja feito de vaso.

Como escolher vaso?

Considere os fatores a seguir para definir o melhor modelo de vaso de planta:
Use vasos grandes e resistentes na área externa da casa.
Dimensões do vaso
Caso a intenção seja contar com facilidades para trocar o vaso de lugar, então as peças grandes e pesadas devem ser evitadas. Os vasos pequenos são mais delicados para decorar os espaços, mas exigem regas frequentes, sobretudo com a incidência direta de raios solares. Lembre-se que, quanto maior o tamanho do vaso, mais orifícios para drenagem ele apresenta.
Material do vaso
Para cultivar plantas nas áreas externas, é recomendado trabalhar com vasos amplos, duradouros e resistentes, como é o caso dos modelos de cerâmica, concreto e fibra de vidro. As peças que devem ser evitadas em espaços abertos são aquelas fabricadas com madeira de qualidade inferior, metal e plástico.
No caso de ambientes internos, é possível trabalhar com todos os tipos de vasos, mas o morador precisa ter bom senso para ajustar a peça ao visual do ambiente, levando em conta a proporção.



CURTI - NÃO CURTI - SEM INTERESSE.
Obrigada!